Segunda, 18 de Janeiro de 2021
(86)99825-8592-998501346
Saúde No Piauí, ministro

No Piauí, ministro Onyx Lorenzoni diz que previsão "otimista" é de vacinação em fevereiro

No Piauí, ministro Onyx Lorenzoni diz que previsão "otimista" é de vacinação em fevereiro

04/12/2020 13h30
643
Por: Júnior repórter
No Piauí, ministro Onyx Lorenzoni diz que previsão
No Piauí, ministro Onyx Lorenzoni diz que previsão "otimista" é de vacinação em fevereiro

Em Teresina, na tarde desta quinta-feira (3), para participar da solenidade de liberação de recursos para o programa de aquisição de alimentos, o Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, saiu em defesa da atuação do presidente da República Jair Bolsonaro ( Sem partido) no combate à Pandemia da Covid-19 no Brasil.

"Ele apanhou muito. O presidente sempre dizia que fome, miséria e desemprego mataram nos últimos 20 anos na América Latina mais do que qualquer doença. Então, tínhamos que cuidar da vida humana e nos preocupar com quem trabalha de dia para comer de noite. Com o auxílio emergencial chegou a 68 milhões de brasileiros", destacou.

Onyx Lorenzoni também comentou as discussões sobre o cronograma de vacinação para a Covid 19 no Brasil, que já começou a ser discutido pelo Ministério da Saúde. Para ele, é necessário ter cautela.

"Primeiro, a gente tem que ter a vacina. Ninguém tem ainda. Segundo, o produtor da vacina tem que mostrar para Anvisa que aquela vacina não traz problemas a saúde humana e tem capacidade. Acredito, pelas perspectivas, que vamos começar a ter a vacina em fevereiro, numa projeção otimista. Mas as mais realistas falam em abril", disse.

 O ministro também avaliou o cronograma de vacinação apresentado pelo governo como "racional".

"O que eu li do organograma do Ministério da Saúde eu gostei, porque ele é racional.Ele começa com as pessoas mais expostas e vem crescendo. Não vai aparecer 50 milhões de doses do dia pra noite", aifirmou.

Futuro partidário de Bolsonaro
O Ministro da Cidadania também falou sobre as especulações sobre o futuro partidário do presidente da República Jair Bolsonaro, que está sem partido desde que se desfiliou do PSL. 

“Eu vou conversar com ele agora na segunda-feira. Vou perguntar para ele onde ele vai.  Eu tenho dito sempre que converso com ele que é preciso ter calma e paciência. Tivemos uma eleição municipal que ensina muita coisa para todos nós, como que eleição municipal não tem muito a ver com eleição para presidente e governador. Eleição municipal é uma eleição mais próxima, que divide pessoas, que trata dos problemas mais próximos", disse. 

“O presidente vai tomar a sua decisão. Acho que não vai ser logo, mas deve ser ao longo do primeiro semestre. Eu tenho a minha torcida, mas tenho uma lealdade com ele que, de maneira alguma, exponho qualquer coisa desse sentido”, complementou Lorenzoni, que atualmente é filiado ao DEM. 

PAA
O Ministro da Cidadania cumpriu agenda em Teresina na superintendência regional da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Durante a solenidade, que contou com a presença de representantes da bancada federal do Piauí, ele assinou a liberação de R$ 2,7 milhões para o Programa de Aquisição de Alimentos(PAA). 

O recurso vai ser utilizado para a compra da produção de pequenos agricultores que será revertida em alimentação para famílias em situação de vulnerabilidade social.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.