Quinta, 01 de Outubro de 2020
(86)99825-8592-998501346
Polícia Operação desarticula

Operação desarticula quadrilha que clonava cartões de crédito no Piauí

Operação desarticula quadrilha que clonava cartões de crédito no Piauí

26/08/2020 13h12
98.894
Por: Júnior repórter
Operação desarticula quadrilha que clonava cartões de crédito no Piauí
Operação desarticula quadrilha que clonava cartões de crédito no Piauí

Duas pessoas foram presas em Teresina na manhã desta quarta-feira (25) durante o cumprimento de mandados da operação Saldo Infinito, que investiga uma série de crimes relacionados à compras fraudulentas com cartões de crédito clonados. A Ação aconteceu de forma simultânea nos estados do Piauí, Ceará e Rio de Janeiro. 

De acordo com o delegado Anchieta Nery, titular da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), ressalta que a operação é fruto de um trabalho de investigação que durou mais de um ano. Ele explica o grupo criminoso acessava dados bancários e pessoais das vítimas para realizar compras online, solicitar segunda via de cartões, e empréstimos, gerando uma série de prejuízos à pessoas físicas, comerciantes e ao sistema financeiro. 

Além das prisões em Teresina, outras quatro pessoas também foram presas nesta quarta-feira durante a operação Saldo Infinito, três no Ceará e uma no Rio de Janeiro, totalizando seis prisões. 

 “O investigado residente do Rio de Janeiro, de apenas 19 anos, era responsável por subir os links de phishing (páginas falsas de empresas onde se captura clandestinamente dados do usuário) obtendo os dados de cartões das vítimas, e depois vendia esses dados para investigados do Piauí e de outros Estados. Dois dos investigados naturais do Piauí já haviam sido presos em 2019 também pela prática de estelionato cometido por meio virtual, e uma delas praticou esses novos crimes enquanto cumpria prisão domiciliar em Teresina”, explicou o Delegado.

Um dos presos no Ceará, já responde a uma série de processos por estelionato no Piauí. "Ele teria se deslocado a Fortaleza porque, talvez, seria uma praça onde ele teria maior facilidade de aplicar golpes. Além dos crimes eletrônicos, ele estava praticando, junto com a atual namorada, fraudes em financiamentos bancários e financiamentos de veículos. são fatos que vão ser aprofundados pela Polícia Civil do Ceará", destacou Anchieta Nery. 

Durante o período da investigação, foram realizadas diligências em vários estados da Federação, como oitivas de vítimas no Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.