17
247
jr7
jr7
56
13
casa
junior74
4
19
Piauí

Piauí estuda auxílio emergencial a não beneficiados do Governo Federal

Piauí estuda auxílio emergencial a não beneficiados do Governo Federal

24/06/2020 21h20
Por: Júnior repórter
Fonte: meionorte.com
498
Piauí estuda auxílio emergencial a não beneficiados do Governo Federal
Piauí estuda auxílio emergencial a não beneficiados do Governo Federal

A vice-governadora do Estado, Regina Sousa (PT) disse que o Governo do Estado estuda a elaboração de um projeto visando beneficiar as famílias que não foram amparadas pelo Auxílio Emergencial concedido pelo Governo Federal, devido a falta de critérios dessas famílias para receberem a concessão.

Segundo Regina Sousa, a Secretaria Estadual de Assistência Social (Sasc) elaborou um levantamento dessas famílias, que pode se aproximar ou passar das 20 mil. Os dados são cruzados com os presentes no Ministério da Cidadania para saber se  as pessoas do Cadastro Único que ficaram de fora do auxílio emergencial e outras que nem Cadastro Único possuem.

A vice-governadora falou  que o bônus que será concedido para essas famílias ainda não foi definido e d eclarou que o Governo do Estado vai ter que dar um jeito de que não der o valor de R$ 600,00, mas de dar alguma coisa, um bônus para essas famílias. 

Reprodução

"Estamos trabalhando com a cesta básica, mas não queremos que seja só a cesta em si porque há questões políticas. Prefiro que dê um bônus para mobilizar a economia local: se dá um bônus a uma pessoa que está precisando muito e não recebeu nada, mas outras pessoas indiretamente também são beneficiadas”, falou a vice-governadora que Além do benefício, Regina Sousa está trabalhando em outros projetos, como a construção de abrigos para infectados leves, uma parceria do Governo do Estado com a Fundação Itaú. 

“É uma preocupação com os mais pobres, com as pessoas que saem apavoradas de um hospital. O resultado do teste deu positivo, mas não tem sintomas então vai para casa. Quantas pessoas de casa ela poderá passar esse vírus? então é preciso que a gente se preocupe com esse pessoal”, falou  Regina Sousa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.