casa
56
Homem é preso

Homem é preso acusado de arrastão dentro de ônibus em THE

Homem é preso acusado de arrastão dentro de ônibus

26/09/2018 13h55
Por: Júnior repórter
Fonte: meionorte.com
145
Homem é preso acusado de arrastão
Homem é preso acusado de arrastão

Na noite de terça-feira (25/09), policiais militares do 8º batalhão foram acionados para atender uma ocorrência de assalto a ônibus no bairro Tancredo Neves, na zona Sudeste de Teresina.

De acordo com o comandante Gomes, três homens realizaram a ação, sendo que um deles, de 53 anos, foi preso pela polícia. “Nós recebemos a determinação do major Wilton para que fosse intensificado o combate a esse tipo de crime praticado no interior dos coletivos da capital. Hoje nós tomamos conhecimento por volta das 20h, de um assalto sendo praticado dentro de um ônibus da empresa Teresinense nas proximidades do Tancredo Neves, quando chegamos no local colhemos informações que três indivíduos fizeram o arrastão dentro do ônibus, iniciamos diligências e conseguimos prender um homem de 53 anos”, declarou.

Segundo o comandante, ele estava de posse de uma arma branca. “Eles se dispersaram nas proximidades do rio sendo possível efetuar a prisão de um que se livrou de uma arma branca, mas com ele foi encontrado dois aparelhos celulares das vítimas, os outros dois conseguiram fugir. Ele é usuário de drogas, informa que está no sistema de recuperação do vicio e estava na companhia de dois indivíduos, segundo ele, recebeu apenas os celulares para vender”, disse.

O acusado negou a participação no crime. “Eles me deram o celular para vender, se eu vendesse ficava com a metade do dinheiro para mim, eu sou catador de latinha, a polícia chegou e eu estava tentando vender se eu vendesse ia ganhar o meu, estou desempregado”, afirmou.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários