domingo, 19 de agosto de 201819/8/2018
Céu limpo
22º
26º
35º
Piripiri - PI
Erro ao processar!
BANNER HORIZONTAL SITES 2
POLÍTICA
Deputado Marden Meneses, autor do projeto com os professores Dannis Queiroz e Paulo Eleotério.
cobrança das academias para os profissionais de educação física
Júnior repórter Piripiri - PI
Postada em 09/02/2018 ás 21h57
Deputado Marden Meneses, autor do projeto com os professores Dannis Queiroz e Paulo Eleotério.

Projeto põe fim a cobrança das academias para os profissionais de educação física

O deputado Marden Meneses (PSDB) subiu à tribuna para apresentar o projeto de Lei que inibi a cobrança das taxas cobradas pelas academias do Piauí aos educadores físicos. A solicitação ocorreu após uma reunião com o presidente do Conselho Regional de Educação Física (CREF), Denis Queiroz e o presidente da Associação dos Professores de Educação Física do Estado do Piauí (APEFEP), Paulo Emérito, que relataram as dificuldades da categoria para atenderem alunos em academias particulares. 


Segundo Marden o projeto visa atender uma reclamação por parte dos educadores físicos piauienses em virtude de uma prática que está sendo trazida para o Estado através de franquias que cobram uma tarifa sobre as horas de trabalho dedicadas aos alunos nessas academias. 


De acordo com o texto as academias serão obrigadas a colocar em local visível o informe sobre a Lei e assegurar ao usuário o direito de ser acompanhado por profissional de educação física particular, de sua escolha, sem custo extra. Sendo que o profissional deva está regularizado, com dados atualizados no Conselho Regional de Educação Física do Piauí – CREF 15 e o aluno devidamente matriculado na academia.


“Nós entendemos que não há nenhuma permissão legal para que esse tipo de taxação seja realizada por essas academias e nós estamos buscando proteger os educadores físicos piauienses e valorizar esses profissionais. Ao contrário de cobrar qualquer tipo de tarifa as academias deveriam estimular a presença dos professores, pois atividade física devidamente orientada por um profissional qualificado tende a apresentar os resultados desejados pelo cidadão”, explica o deputado.


Para o presidente do CREF-PI, Dannis Queiroz, a classe está unida para que haja um fim nessa cobrança. “Queremos o fim dessa taxação, pois a academia está cobrando duas vezes, porque o profissional paga para dá aula e o aluno também. Lógico que deve haver um consentimento da academia com um contrato, mas que não haja a cobrança de tarifa”, conclui.


Fernanda Gil Lustosa

Assessora de Imprensa


O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
837
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium