Sexta, 20 de abril de 201820/4/2018
Claro
22º
22º
30º
Piripiri - PI
Erro ao processar!
12345 b
ESPORTES
Embriagado, jogador do Goiás bate carro e é preso após agressão a testemunha
Mulher fotograva carros batidos quando amigo do atleta a agrediu e quebrou seu telefone celular
Júnior repórter Piripiri - PI
Postada em 25/10/2017 ás 01h06 - atualizada em 25/10/2017 ás 01h09
Embriagado, jogador do Goiás bate carro e é preso após agressão a testemunha

Divulgação

Amigos do lateral-esquerdo Carlinhos, do Goiás Esporte Clube, não gostaram de ver uma mulher fotografando a cena do acidente em que o jogador se envolveu na noite de sábado (21/10), na rua 16, esquina com a rua 12, próxima à agência dos Correios, no Centro de Goiânia, e a agrediram.

O jogador tentou sair do local, mas foi impedido pelo condutor do outro veículo, que chamou uma viatura, via Copom.

Uma mulher, vizinha ao local do acidente, percebeu que Carlinhos deixava claro sua embriaguez ao conversar. Pegou o celular e fotografou a colisão entre os dois veículos. Em seguida, amigos do jogador e familiares chegaram. A esposa de Carlinhos teria, segundo testemunhas ouvidos pela Polícia Civil (PC), sugerido que ele não fizesse o teste do etilômetro.

Ao perceberem que a testemunha empunhava o celular, os familiares tentaram tomar seu celular. Por trás, o amigo do lateral-esquerdo, Cláudio Fredson e Silva, segurando pelo punho da mulher, tomou o celular, jogou no chão e pisou. “A vítima informou que seu aparelho custou aproximadamente R$ 1.800”, informa o Boletim de Ocorrências

Um dos dois policiais que acompanhavam a ocorrência tentou evitar a agressão, mas foi empurrado pelo agressor. Cláudio, por sua vez, consta no B.O, com dedo em riste, apontou para a mulher e ameaçou: “Você vai morrer”.

Alterado, Cláudio foi algemado pelos PMs. O jogador e o amigo foram encaminhados para a Central de Flagrantes, na Cidade Jardim. Foram autuados pelos crimes de dano, lesão corporal dolosa, desacato, ameaça e por dirigir após ingerir álcool. Ambos foram liberados na manhã de domingo (22/10) após pagarem fiança.

Carlinhos efetuou o pagamento de R$ 25 mil em fiança e foi liberado.

O Jornal Opção não conseguiu contato com o jogador, com sua defesa, nem com a diretoria do Goiás Esporte Clube.
FONTE: www.jornalopcao.com.br
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
1.330
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium